Curtinhos

Romance moderno

Então a gente se conheceu, naquela festa, você chegou todo sem jeito falando da música que estava tocando. Claramente apenas uma desculpa boba para falar comigo, mas eu achei tanta graça naquela tentativa desesperada de me conhecer, que sorri pra você, e disse o meu nome. Verdadeiro.

Então nós conversamos um pouco mais, bebemos um pouco mais, você se aproximou, eu já sabia o que ia acontecer. Eu sorri, e deixei. Me lembro do exato momento em que o beijo aconteceu. E olha que não me lembro de muitos detalhes daquela noite.

Romance_Moderno (3)

E como num clichê de filme, a gente passou a noite toda junto na festa, demos as mãos, tal qual um casal de namorados. Abandonamos nossos amigos da festa, fomos parar na praia, o dia amanhecendo. Eu não sentia fome alguma, mas tenho certeza de que você estava faminto, se controlando pra não ir procurar um lugar pra comer, só pra passar mais um tempo comigo.

O meu cabelo bagunçado com a ventania, eu tinha certeza de que o meu rosto, com a maquiagem de fim de festa, estava na pior. Mas você continuava me olhando, encantado, então eu não devia estar tão ruim assim. Ou ainda devíamos estar bêbados.

Sim, estávamos bêbados, eu me lembro. Você quis entrar na água, e eu disse que entraria, mas que estava com preguiça de me levantar da areia. Era mentira. Nunca que eu ia encarar aquela água com o meu vestido de festa. O sol apareceu, e eu tinha que voltar para casa. Você pegou o número do meu celular, me colocou num táxi, depois entrou em outro. Quando cheguei em casa já tinha uma mensagem sua, me diverti muito, adorei te conhecer, você disse. Eu sorri, principalmente por dentro.

Romance_Moderno (2)
Direitos da imagem

Nos dias que se seguiram você me ligou, me chamou pra sair, me achou no Face. Eu tratei de te adicionar no MSN. E foram torpedos, mensagens na internet, conversas e ligações que iam madrugada adentro.

Você acabou me contando de um problema com seus pais, eu deixei cair uma lágrima na sua frente no dia em que minha amiga mudou de cidade. E a gente conversava, e ria, e se amava de um jeito silencioso, sem nem saber o que estava acontecendo. Era te ver que eu sentia vontade de pular no seu pescoço e não largar mais, você ficava ligeiramente mal-humorado quando percebia olhares masculinos em minha direção.

E eu comecei a pensar em você todos os dias, e isso me assustou. Mas acho que te assustou mais, porque alguma coisa aconteceu. Paramos de nos ver com frequência, as ligações se distanciavam cada vez mais, não adentravam a noite, os torpedos ficavam sem resposta, não te via online. Nem na internet, nem na minha vida. Não, não era outra pessoa. Você continuava sozinho, eu também.

Ainda tenho você no Facebook. Vejo o que você escreve, como uma telespectadora assistindo aos pedaços da vida de alguém que esteve tão perto, e que agora parece um desconhecido. A gente se fala, de vez em quando. Oi, tudo bom, como vc tá? Respostas curtas e educadas. Vejo seu nome no canto direito da tela do meu computador, sinto um déjà vu, como se eu devesse ficar feliz. Mas não, não tenho motivos pra isso mais, lembra? Esse tempo já passou.

Romance_Moderno (1)
Direitos da imagem

Não temos raiva ou mágoa um do outro. Apenas uma sensação estranha de um fim que ficou sem explicação. Se eu gostava mesmo de você, ou você de mim, não chegamos a saber com certeza. Se íamos ficar juntos por 2 meses, 3 anos ou 25, isso aí nunca vamos saber.

Mas vamos saber quando a vida do outro seguir em frente, vamos ver suas fotos e seus comentários. E vamos participar, de uma forma ou de outra, da vida um do outro. A internet nos obrigou a isso. A manter por perto, mesmo que tão longe, pessoas que poderiam ter sido parte de grandes histórias, ou que serão sempre apenas boas lembranças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s